TUDOJUNTOMESMO II

A saga continua...

quinta-feira, abril 10, 2008

O parto


Eu não acompanhei “in loco” o parto do Digão. (Por falar nisso, a Anna V. do Terapia Zero, fez um post sobre “Homens na sala de parto”, com comentários interessantes.)

Minha Querida e eu conversamos bastante e chegamos juntos à conclusão que seria melhor eu não ir à sala de parto. Achamos que a obstetra (na hora foi o anestesista) teria mais "jeito" para acalmá-la. Ela também dizia que ficaria mais tranquila se não tivesse que se preocupar comigo também (hehehe!). De fato, acho que eu ficaria (como fiquei) um tanto ansioso. E para quem depende significativamente de leitura labial (eu), uma sala cheia de pessoas com máscara faria se sentir mais inútil. Além daquela história de sangue, cheiro de carne queimada, etc.

Portanto, não entrei. Ficamos numa sala de espera, eu, Mamãe e minha Sogra. É uma expectativa gostosa. Ansiedade, mas sem nervosismo. Quando surgiu na TV a vinheta do Hospital anunciando o nascimento e mostrando um breve vídeo do bebê, nu, agitando os braços e as pernas (mas sem chorar), corri pra fotografar, filmar... Fiquei arrepiado e chorei. Mamãe também e até a Sogra, que não costuma demonstrar muito suas emoções, chorou.

Em seguida fui à recepção do Centro Obstétrico saber se estava tudo bem com Minha Querida. E, graças a Deus, estava tudo muito bem.

Assim, deu tudo certo e creio que não foi menos emocionante do que se eu tivesse acompanhado o parto.

Mas se fosse parto normal eu estaria lá, com certeza.

--------------------------------------------------------------------------------

Em tempo (ou não): A Anna V., também tornou-se oficialmente mamãe recentemente. Ou melhor, há três meses. (Pois é, este blog está atrasaaaado). Ou seja, quase um mês após o nascimento do Digão, veio à luz uma linda garotinha chamada “Mathilde” (corre pra ver que linda!).

Então, mais uma vez: parabéns pra elas!

Marcadores: , ,

3 Comments:

  • At 14 de abril de 2008 11:12, Blogger Marcos Bonilha said…

    E o Digão com o futuro promissor pela frente.
    Caçamba, só nasce mulher. Quisera eu, tivesse uma sorte assim. rsrsrs
    Abraços Camilo

     
  • At 15 de abril de 2008 15:32, Blogger Vivi said…

    No meu parto, se eu pudesse, não compareceria. Eu passo mal com sangue e toda aquela coisa.
    Foi uma sábia escolha, Camilo (rs).

     
  • At 15 de abril de 2008 20:51, Anonymous Camilo said…

    BONILHA, vc é historicamente um pé-frio - hehehe! Abraço!

    VIVI, você nem vai ver nada. Fazem uma espécie de cortina logo abaixo dos teus ombros e você só vê um pano geralmente azul. E depois te mostram o bebê. Aí vc chora - hehehe! Beijo!

     

Postar um comentário

<< Home