TUDOJUNTOMESMO II

A saga continua...

quinta-feira, julho 05, 2007

A culpa é da cegonha

No final do ano passado, uma vizinha nossa deu à luz uma menina (ou seria deu luz a uma menina? Alguém sabe me dizer?). Ontem, outra vizinha nossa também teve uma menina. E, há pouco tempo, ficamos sabendo pela empregada desta última vizinha, que uma terceira vizinha também terá uma menina em... em... bem, não sei exatamente quando, mas virá antes do nosso bebê.

Detalhe: as três vizinhas moram no mesmo andar que eu, num prédio onde há quatro apartamentos por andar. Ou seja, o andar inteiro está/estava grávido. Em todos os casos é/foi a primeira gravidez das mamães.

E, se nosso bebê for uma menina também, a cegonha que por lá passou deverá ser responsabilizada por um eventual desabamento do prédio ou enlouquecimento dos pais. Aff...

Marcadores:

6 Comments:

  • At 6 de julho de 2007 13:38, Anonymous Rodrigo Borges said…

    Cegonha estava com preguiça e quis atingir a cota dela toda no mesmo predio e no mesmo andar.

     
  • At 6 de julho de 2007 14:40, Blogger Marcos Bonilha said…

    Em compensação, se for menino, o garoto vai crescer num ambiente bastante favorável. hehehe

     
  • At 7 de julho de 2007 17:36, Anonymous Simone Miletic said…

    Só posso dizer para você que a regra é: Casa em que mulher manda, mulher nasce.

    Da feliz mamãe de uma menina,

    Simone

     
  • At 10 de julho de 2007 14:20, Anonymous Vivi said…

    Putz, por favor, ajude o planeta. Que a sua digníssima dê à luz um lindo menininho!
    As meninas do andar vão agradecer.

     
  • At 11 de julho de 2007 07:36, Anonymous Camilo said…

    RODRIGO, estamos diante de um baby boom! Só espero que o prédio não desabe com esse boom.

    BONILHA, favorável a brincar de médico? - hehehe

    SIMONE, "cá em casa manda ela. E nela mando eu" - rs... Brincadeirinha.

    VIVI, o lindo menino também - hehehe!

     
  • At 16 de julho de 2007 19:34, Blogger anna v. said…

    Foi alguma coisa na caixa d'água do prédio!
    Eu tenho a impressão que hoje em dias nascem muito mais meninas que meninos.

     

Postar um comentário

<< Home